quarta-feira, 4 de junho de 2014

Saiba mais sobre a greve do Metrô

Em assembleia realizada hoje, dia 4, os metroviários decidiram paralisar as linhas 1, 2, 3 e 5 por não concordarem com o reajuste salarial oferecido pela Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô e Governo do Estado.

Apenas a Linha-4 Amarela continuará operando. De acordo com a ViaQuatro, a oferta de trens será dimensionada conforme a demanda de passageiros ao longo do dia. Caso seja necessário, a linha irá operar com a frota plena de 14 trens.

Em nota, o Metrô de São Paulo informou que repudia a greve decretada pelo Sindicato dos Metroviários, afirmando que só prejudica os usuários e a população de São Paulo. Nessa mesma nota, a Companhia informa que o Tribunal Regional do Trabalho concedeu, na noite desta quarta-feira, liminar que determina a manutenção de 100% do funcionamento do Metrô nos horários de pico (das 6h às 9h e das 16h às 19h) e de 70% nos demais horários de operação nesta quinta-feira (05/06). O descumprimento da ordem judicial culminará em aplicação de multa diária de R$100.000,00. Uma nova reunião de conciliação está marcada para amanhã, às 15h30.

Leia a nota na íntegra aqui.

A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos - CPTM, terá sua frota funcionamento normalmente nesta quinta-feira, porém por meio de nota, informou que fará um esquema especial para a greve do Metrô.

Os trens da CPTM circularão com menor intervalo em todas as linhas, além dos horários considerados de pico, durante a manhã e também à tarde, caso os metroviários não retomem suas atividades durante o dia.

A estação Corinthians-Itaquera da CPTM estará FECHADA para embarque e desembarque enquanto durar a greve. Portanto, os trens do Expresso Leste não farão parada nessa estação.

A CPTM já solicitou à SPTrans a alteração do itinerário dos ônibus com destino à Corinthians-Itaquera, de forma a redistribuir os coletivos nas demais estações, visando equalizar o fluxo de usuários. 

A operação da Linha 7-Rubi [Luz - Francisco Morato] será estendida até a Estação Brás

A integração com o Metrô nas estações de transferência [Palmeiras-Barra Funda, Brás, Tamanduateí, Santo Amaro, Tatuapé e Luz - só para a Linha 1-Azul] ficará fechada até que se inicie a circulação dos trens. A integração com a Linha 4-Amarela, nas estações Pinheiros e Luz, funcionará normalmente.

Leia a nota na íntegra aqui.

Ainda amanhã, a Prefeitura de São Paulo informou que o rodízio municipal de veículos estará suspenso.

Um comentário:

tritao001 disse...

Faltou um pouco de vontade política por parte do governo para evitar a greve....